O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Og Fernandes admitiu pedido de uniformização de interpretação de lei relativo à possibilidade de retroação do pagamento de adicional de insalubridade antes da data da formalização do laudo pericial.

O pedido foi apresentado pela Universidade Federal do Pampa, após a Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais (TNU) haver concluído pela possibilidade de pagamento do adicional no período que antecede a perícia e a formalização do laudo comprobatório.

De acordo com a universidade, a decisão é contrária à jurisprudência do STJ de que não cabe o pagamento de adicional de insalubridade retroativo ao período que antecedeu a perícia e a devida formalização do laudo comprobatório das condições de trabalho.

Em análise preliminar, o ministro Og Fernandes reconheceu a existência de divergência jurisprudencial sobre o tema. Antes do julgamento do caso pela Primeira Seção, o magistrado abriu a oportunidade de manifestação dos interessados no prazo de 30 dias e determinou a abertura de vista ao Ministério Público Federal.
 
Esta notícia refere-se ao(s) processo(s):PUIL 434

 

CARMINATTI & DANGUI ADVOGADOS ASSOCIADOS

OAB/PR 6.013

Curitiba/PR
Av. Candido de Abreu, 470, 14º Andar.
Edifício Neo Business – Centro Cívico
Curitiba/PR – CEP.: 80.530-000
Tel: + 55 (41) 3122-2069
E-mail.: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Guarapuava/PR
Rua Frei Caneca 1655, Sala 01
Bairro Trianon
Guarapuava/PR – CEP.: 85.012-000
Tel: + 55 (42) 3035-8005
E-mail.: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

2017 | Todos os Direitos Reservados © By Advosite

Search

Acesso Restrito