(42) 3035 - 8005

juridico@carminattidangui.com

Conteúdos

Processo Administrativo Disciplinar (PAD) Desvendado

O que é, como se processa, porque recebi um e como me defender? 

O processo administrativo disciplinar (PAD) é um procedimento com contraditório e ampla defesa utilizado pela administração pública para apurar possíveis irregularidades cometidas por seus servidores ou empregados públicos. Ele é importante para garantir a defesa do acusado, bem como para coibir práticas inadequadas e ilegais por parte dos agentes públicos. 

O PAD começa quando a administração pública recebe uma denúncia ou identifica indícios de irregularidades cometidas por um servidor ou empregado público. Então, é aberto um processo para apurar os fatos e verificar se as acusações são verdadeiras. É importante ressaltar que o acusado tem o direito de defesa durante todo o processo, caso contrário o processo seria totalmente nulo. 

O processo administrativo disciplinar é regido por normas e leis específicas, que variam de entidade para entidade e definem as etapas que devem ser seguidas. Uma das etapas padrão é a instauração do processo, que ocorre quando a administração pública toma conhecimento da denúncia ou dos indícios de irregularidades e nomeia uma comissão para conduzir o processo e investigar os fatos. 

A comissão é composta usualmente por três servidores ou funcionários estáveis, ou seja, não ocupantes de cargos comissionados, sendo um deles o presidente, que é responsável por coordenar os trabalhos. A comissão tem prazo para concluir o processo, normalmente prorrogável uma vez em caso de necessidade, sendo que esse prazo varia de instituição para instituição. 

Durante o processo, são colhidos depoimentos de testemunhas, solicitadas provas documentais e periciais, e realizadas outras diligências necessárias para apurar os fatos. Ao final, a comissão emite um relatório conclusivo, indicando se as irregularidades foram comprovadas ou não. 

Se as irregularidades forem comprovadas, a autoridade decisora, por exemplo um diretor ou um prefeito, pode aplicar uma pena disciplinar ao agente público, que pode ser uma advertência, suspensão, demissão ou outra pena prevista em lei. A penalidade é definida de acordo com a gravidade da infração cometida e as circunstâncias do caso. 

É importante ressaltar que o servidor tem o direito de recorrer da decisão administrativamente. O objetivo é garantir que a decisão seja justa e que o processo seja conduzido de forma transparente e imparcial. 

Por fim, é importante destacar que o processo administrativo disciplinar não é uma punição em si mesmo, mas sim um processo com objetivo de garantir a lisura e a transparência das atividades desenvolvidas pela organização, bem como, permitir a ampla defesa e contraditório do agente acusado. 

Em resumo, o processo administrativo disciplinar é um procedimento de apuração de ilicitudes e irregularidades. Ele é conduzido por uma comissão, que investiga os fatos e emite um relatório ao final. Se as irregularidades forem comprovadas, pode ser aplicada uma pena disciplinar ao servidor, que pode recorrer da decisão. 

O atual entendimento do STF é de que não é obrigatória a defesa do servidor por advogado, podendo ele defender-se sozinho, no entanto isso não é aconselhável, uma vez que provavelmente ele não disporá de todo o conhecimento técnico necessário para uma defesa efetiva que possa gerar resultados positivos. Assim, se você está respondendo a processo administrativo disciplinar ou se foi recentemente notificado para se defender em um, conte sempre com a ajuda de um advogado especialista em direito administrativo. 

 Assim, caso o tema o tenha despertado curiosidade, qualquer dúvida que tenha ou pergunta que queira fazer, deixe um comentário para nosso time de especialistas, ou fale conosco diretamente pelo WhatsApp (42) 3035-8005 (LinkWhats  bit.ly/carminattidangui) ou pelo e-mail: atendimento@carminattidangui.adv.br.

Artigo de Autoria da Dra. Sheila Carminatti do Amaral

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Últimos Posts

Categorias

Quer receber conteúdo exclusivo no seu e-mail?

Preencha os campos e receba nossas atualizações no seu e-mail.

    Contato

    (42) 3035 - 8005

    juridico@carminattidangui.com

    Endereço Guarapuava

    R. Frei Caneca, 1655 – Trianon Guarapuava – PR. CEP: 85012-000

    Endereço Curitiba

    Av. Candido de Abreu, 660, CJ 703. – Edifício Palladion – Centro Cívico Curitiba/PR –
    CEP: 80.530-000